Clube de Imprensa

Lagoa mais famosa de MS ganha reconhecimento nacional como Reserva Particular do Patrimônio

Por Débora Ricalde, g1 MS

Um dos principais atrativos turísticos de Mato Grosso do Sul, a Lagoa Misteriosa, localizada na Serra da Bodoquena, em Jardim, foi reconhecida como Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), nesta semana.

Conforme publicado no Diário Oficial da União, a área passa a ser de proteção ambiental e deve ser preservada para sempre.

As RPPNs funcionam como unidades de conservação criadas voluntariamente em áreas particulares pelos próprios proprietários de terra.

Lagoa Misteriosa é conhecida pela sua beleza, transparência e profundidade. — Foto: Bruna Mello

Lagoa Misteriosa é conhecida pela sua beleza, transparência e profundidade. — Foto: Bruna Mello

Conforme explica membro da Rede de Reservas Privadas do Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (REPAMS/MT), Laercio Sousa, ser um RPPN não impacta o atrativo turístico e nem o empreendimento.

“Muito pelo contrário, ser uma área de proteção é uma atrativo a mais para o local. O empreendimento continua a funcionar, podendo até melhorar em relação a pesquisas, ecoturismo e também as visitas”, afirmou o coordenador.

A visitação turística na Lagoa Misteriosa oferece as atividades de trilha e flutuação, mergulho com cilindro e mergulho técnico — Foto: Leonardo Mécia

A visitação turística na Lagoa Misteriosa oferece as atividades de trilha e flutuação, mergulho com cilindro e mergulho técnico — Foto: Leonardo Mécia

Sobre a Lagoa

Com “mistérios” que até hoje não foram revelados, mas que dão o charme da 7ª caverna inundada mais profunda do Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Espeleologia, como a real profundidade, além das duas espécies de peixes que até hoje não se sabe ao certo como foram parar nas águas cravadas no meio de uma dolina.

A caverna inundada que do alto parece apenas um pequeno lago azul, ao se aproximar, é possível observar que este é formado pelo afundamento de uma rocha. Outro mistério que pairava na região, era que antigamente a população considerava o local mal-assombrado, por causa dos barulhos feitos pelo vento, parecidos com uivos, o que não se passa de uma lenda.

Especialistas explicam que a Lagoa Misteriosa é formada pelo fluxo de água do lençol subterrâneo. — Foto: José Clayton

Especialistas explicam que a Lagoa Misteriosa é formada pelo fluxo de água do lençol subterrâneo. — Foto: José Clayton

Pesquisadores descobriram que o mistério da Lagoa Misteriosa é bem mais intenso. Mergulhadores já alcançaram 200 metros de profundidade do local e ainda não encontraram o fundo. Os visitantes descem acompanhados por instrutores e não chegam até essa profundidade e todos ficam maravilhados com a vista azul permitida pela água límpida.

Espécies misteriosas

Quanto às duas espécies de peixes, sendo essas o lambari e muçum, o guia de turismo João Gomes, que mora e trabalha na região, explica teorias ditas por professores que realizaram pesquisas no atrativo.

A primeira, é que ovos desses peixes poderiam ficar grudados nos pés da ave Martin Pescador que foi até em um rio nas proximidades e quando retornou ao lago, esses [ovos] eclodiram gerando novos peixes que se habituaram nas águas da caverna inundada.