Lançada Rede Nacional de combate à desinformação

rede_nacional_combate_desinformacao_rncd
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Lançada Rede Nacional de combate à desinformação

Rede nacional de combate à desinformação terá participação de projeto da USP

Organização quer unir esforços e dar visibilidade a projetos e instituições de diversas naturezas que trabalham e contribuem para combater a desinformação

Canal da RNCD no YouTube: www.youtube.com/channel/UCY-IrhSnyzCBr27OhfY2T7w

Rede quer potencializar a visibilidade de projetos de combate à desinformação – Foto: Reprodução/RNCD

Mais de 30 projetos que trabalham em várias frentes de combate à desinformação em temas que vão da covid-19, passando pela política e pelo ambiente religioso e chegam aos direitos humanos, incluindo LGBT, mulheres, negros, indígenas, marcam o início da Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD), organização que une pesquisadores, projetos, coletivos e instituições de todo o Brasil para promoção do direito à informação.

A rede será lançada em evento on-line nesta quinta, dia 24, com transmissão às 19 horas pelo canal da RNCD no Youtube. Além da apresentação da plataforma e dos parceiros da iniciativa, haverá uma palestra do jornalista Eugênio Bucci, professor da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.

A nova organização vai interligar coletivos, iniciativas desenvolvidas dentro de universidades, agências, redes de comunicação, revistas, projetos sociais, projetos de comunicação educativa para a mídia e redes sociais, aplicativos de monitoramento de desinformação, observatórios, projetos de fact-checking, projetos de pesquisa, instituições científicas, revistas científicas, dentre outros. A ideia é unir esforços e potencializar a visibilidade do trabalho realizado em cada projeto e criar uma onda contrária ao movimento da desinformação.

A USP participa da iniciativa com o projeto Covid Verificado, plataforma de informações e verificação de notícias sobre covid-19 desenvolvida por um grupo de alunos de mestrado e doutorado do Departamento de Imunologia do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP. Além de um site, os pesquisadores também mantêm uma página no Instagram e no Facebook. Na plataforma, é possível encontrar respostas para algumas das dúvidas mais comuns sobre o coronavírus, pesquisas e novidades sobre a doença, tudo abordado de forma fácil de entender e sempre com indicação de referências científicas.

Marina Caçador Ayupe, do projeto Covid Verificado – Foto Reprodução / Twitter

“A Rede de Combate à Desinformação surgiu justamente no momento em que mais precisamos compartilhar informações verídicas e baseadas em ciência para a sociedade, e nossa plataforma fornecerá material relacionado à desmistificação de fake news e sobre dúvidas frequentes acerca da covid-19”, destaca Marina Caçador Ayupe, bióloga e doutoranda em Imunologia que participa do projeto Covid Verificado. “Esperamos que a plataforma, assim como toda a rede, possa contribuir para que a informação correta chegue ao maior número de pessoas e ajude na tomada de decisões em sociedade, principalmente durante a pandemia”, completa Marina.

Também fazem parte da nova rede a Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas da Comunicação, a Rede Brasileira de Jornalistas e Comunicadores de Ciência (Rede ComCiência ), o Observatório da Mídia da Universidade Federal do Espírito Santo, a Agência Bori de comunicação científica, projetos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entre outros.
.

Plataforma Covid Verificado – Foto: Reprodução

“A RNCD nasce em um cenário em que 62% dos brasileiros não sabem discernir uma informação de uma desinformação e no qual o mercado da construção intencional da ignorância coletiva avança a passos largos nesse momento de pandemia da covid-19 e tanto se alimenta do modelo de negócios das grandes plataformas digitais, como se potencializa com as tecnologias que permitem fraudes cada vez mais simuladoras do real”, destaca o material de divulgação da nova rede.

Podem participar da RNCD iniciativas que estejam alinhadas com a proposta de combate à desinformação no Brasil, basta entrar em contato pelo formulário on-line ou escrever para o e-mail  rncdbrasil@gmail.com.

.