Maná, Alejandro Sanz e Luis Fonsi estarão em show humanitário na fronteira da Colômbia com a Venezuela

Por G1

Maná, Alejandro Sanz, Luis Fonsi, Maluma, Juanes e Fonseca são alguns dos artistas que vão participar do show humanitário que acontece na Puente Tienditas, na fronteira da Colômbia com a Venezuela, na manhã desta sexta-feira (22).

O evento, chamado de “Venezuela Aid Live”, visa “criar consciência global sobre a crise humanitária que a Venezuela enfrenta e para levantar fundos para nossos irmãos necessitados”.

O bilionário britânico Richard Branson, do grupo “Virgin”, responsável por organizar o evento, planeja arrecadar US$ 100 milhões em 60 dias com a iniciativa.

Além dos seis artistas já citados acima, também se apresentam no evento: Alesso, Camilo Echeverry, Carlos Baute, Carlos Vives, Cholo Valderrama, Chyno Miranda, Danny Ocean, Diego Torres, Gusi, Jencarlos Canela, Jorge Glem, Jorge Villamizar, José Luis Rodríguez, El Puma, Juan Luis Guerra, Lele Pons, Mau y Ricky, Miguel Bosé, Nacho, Paulina Rubio, Reik, Reynaldo Armas, Reymar Perdomo, Ricardo Montaner, Rudy Mancuso e Santiago Cruz.

Segundo a agência AFP, o evento deve reunir pelo menos 250 mil pessoas. A produção testou as câmeras aéreas para a exibição pela TV, enquanto operários preparavam os painéis com bandeira venezuelana e a palavra “liberdade”.

Nas proximidades de Tienditas também estão 10 caminhões com os quais a oposição pretende transportar no sábado à Venezuela os alimentos, kits de higiene e remédios enviados pelos Estados Unidos a pedido de Guaidó para aliviar a crise.

Ainda segundo informações da agência, o governo de Maduro alertou que não permitirá a passagem da carga, por considera a ajuda um pretexto para uma intervenção militar que Washington não descartou.

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book