Manifestantes da fronteira acompanharam votação do impeachment em Brasília

20160413_123804
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Manifestantes da fronteira acompanharam votação do impeachment em Brasília

Manifestantes acompanham votação pelo telão em Brasilia - Foto Lile CorreaCaravana de Ponta Porã e Aral Moreira, liderados pelo presidente do Sindicato Rural André Cardinal participaram das manifestações em Brasília 

Votação: 367 votos a favor, 137 contra, 7 abstenções e 2 ausências

“Estamos aqui em Brasília participando deste momento histórico, e nossa atuação é em favor do agronegócio que é responsável pela produção de alimentos no Brasil, queremos o melhor para o nosso país, por isso apoiamos o impeachment”, mencionou André Cardinal ao jornalista Lile Corrêa do Clube de Imprensa.

Cerca de 600 integrantes dos movimentos Reaja Brasil e Pátria Livre foram para Brasília acompanhar a votação do impeachment, que aconteceu no domingo (17). De acordo com a organização da caravana, 13 ônibus sairão do estado com destino a capital federal.

Os ônibus foram disponibilizados pelos sindicatos rurais com apoio da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul).

Conforme o Movimento Pátria Livre, dois ônibus sairão de Campo Grande já nesta sexta-feira (14) e o terceiro, também de Campo Grande, saiu no sábado (15), juntando-se com 10 ônibus de cidades do interior do Estado. A partida foi por volta das 15h, do Shopping Bosque dos Ipês.

Quando o grupo chegou em Brasília, uma estrutura de apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA) atendeu os manifestantes de MS, junto com integrantes de movimentos pró impeachment de outros estados do país.

Desde o dia 16 de março, quando o ex-presidente Lula havia sido nomeado ministro da Casa Civil, manifestantes pró-impeachment organizam diariamente atos contra a corrupção na Capital. No último sábado (12), carreata reuniu cerca de 700 veículos na Avenida Afonso Pena.

IMPEACHMENT

A votação do impeachment da presidente Dilma Roussef (PT) começou às 14h de domingo, o resultado foi conhecido as 22h21, sendo 367 votos a favor, 137 contra, 7 abstenções e 2 ausências.

Os manifestantes acompanharam a votação em telões instalados na explanada dos Ministérios, a cada voto houve vibração dos grupos pró e contra o impeachment.

Eduardo Cunha na hora da votação anunciou o critério de chamada para que os deputados declarassem o voto no microfone do plenário, intercalando os estados e por ordem alfabética. Foi reservado um tempo de 10 segundos para cada um declarar o voto (sim ao impeachment, não ou abstenção), o que deu margem para manifestações políticas.

Agora o Senado foi autorizado a abrir o processo de impeachment pois alcançou mais de 2/3 de votos dos 513 deputados federais.

20160413_151843 20160413_123804

?????????????

Com informações Glaucea Vaccari – Foto: Lile Corrêa*