Manual orienta jornalistas na cobertura do novo coronavírus

manual-criado-por-instituicoes-traz-orientacoes-para-jornalistas-na-cobertura-do-novo-coronavirus
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Manual orienta jornalistas na cobertura do novo coronavírus

Manual de comunicação criado por instituições traz orientações para jornalistas na cobertura da pandemia

O projeto Voces del Sur, que monitora e denuncia ameaças contra a liberdade de expressão e de imprensa na América Latina, está lançando um guia voltado para os profissionais que estão elaborando reportagens sobre a pandemia do novo coronavírus. A plataforma digital, criada em 2017, reúne 10 organizações da sociedade civil que defendem a liberdade de expressão, entre as quais a Abraji. Os dados são disponibilizados online.

O manual “Jornalismo em tempos de #Covid-19: guia de cobertura latino-americana” lembra que o jornalismo desempenha papel fundamental no gerenciamento de crises de saúde e alertas globais, como a pandemia da covid-19. Uma população bem informada sabe como enfrentar melhor a doença.

O manual também pontua que o primeiro contágio da região ocorreu no Brasil, em 26.fev.2020. Um mês e meio depois, os casos confirmados na região ultrapassam 24 mil. O documento dá dicas para o trabalho remoto ou nas redações e cita que governos latino-americanos ordenaram quarentenas, fechamento de aeroportos, portos e, em alguns países como Equador, Chile, Guatemala e República Dominicana, o toque de recolher também foi decretado.

O texto ressalta como a imprensa tem a responsabilidade de relatar fatos sem cair em especulações que podem alarmar o público e gerar pânico coletivo. Orientações como títulos precisos, criar histórias contextualizadas e usar imagens corretas para a transmissão fazem parte do manual. O guia em espanhol pode ser encontrado aqui.