Modelo que viveu nas ruas lança evento de moda para valorizar jovens pretos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print
Adriano Lugoli e modelos em frente a um grafite, em Brasília — Foto: Arquivo pessoal
Adriano Lugoli e modelos em frente a um grafite, em Brasília — Foto: Arquivo pessoal

A história do Adriano Lugoli é transformadora. Depois de sair das ruas, abandonar a dependência do crack e se tornar um modelo de sucesso, hoje ele é empresário e criou um evento de moda para ajudar outros jovens pretos a terem mais espaço no mundo da moda.

Sábado agora, dia 20, quando é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra, Adriano vai promover em Brasília o “Black Fashion Day” – Dia da Moda Preta, em tradução livre – um evento destinado à valorização e empoderamento da população preta brasileira.

Adriano disse em entrevista ao Só Notícia Boa que a moda precisa ser mais democrática e “valorizar o plural, o diverso e refundar conceitos estéticos mais próximos da realidade do povo brasileiro”.

A ação “Black Fashion Day” será na área central do Conic, em Brasília e a programação inclui movimentos de moda, cultura e arte.

Adriano Lugoli acredita que o evento também pode ser um incentivo e ajudar a mudar o rumo de muitos jovens, principalmente aqueles que vivem em situação de vulnerabilidade.

A história de superação e sucesso

E Lugoli, por si só, já é uma referência de como a moda e a valorização podem ser a chave para um futuro de sucesso.

Depois de morar nas ruas e perder tudo para o vício em drogas, ele teve a chance de reabilitação, foi convidado para participar de um desfile como modelo e teve a vida transformada.

E os primeiros passos da fama de Lugoli começaram depois que ele apareceu aqui no Só Notícia Boa em 2014.

Aí ele apareceu em diversos programas de TV em rede nacional e anos depois montou sua própria agência de modelos.

Mesmo famoso, ele manteve a simplicidade e a amizade com a gente. Em 2018 Adriano fez a campanha de lançamento da camiseta do Só Notícia Boa.

Importância da representatividade

Adriano Lugoli sempre disse que é preciso valorizar e estimular meninas e meninos, como forma de representatividade. E agora ele conseguiu fazer isso com as próprias mãos, com a empresa diferenciada de modelos que abriu em Brasília.

“É importante que a gente faça esse trabalho de celebrar e valorizar a beleza das pessoas pretas […] Precisamos de referenciais para que meninas e meninos negros possam crescer com a certeza de que são lindos, de que sua imagem representa novos padrões para este mercado”, afirmou.

Black Fashion Day

O Black Fashion Day será um evento todo projetado pela Lugoli Company. A empresa criada por Adriano é especializada em moda e beleza preta e fora do padrão estabelecido pelo mercado fashion.

“A nossa empresa tem um caráter bastante diferente do que encontramos no mercado tradicional. Queremos valorizar, investir e agenciar pessoas diferentes. Além do segmento preto, queremos trabalhar com a beleza fora dos padrões convencionais, como plus sizes, pessoas com deficiência, dentre outros”, destaca Lugoli.

O evento contará com três desfiles: O primeiro “fashion”, que apresentará tendências da moda, um segundo voltado para a celebração e reconhecimento de pretos da cidade e o terceiro desfile será destinado para o público infantil, com crianças que atuam no mercado.

A realização da ação conta ainda com os parceiros Akalunga Moda Afro, Uza Lago Sul, Style Power, Studio Guinho Barbearia e Birosca.

O evento será no próximo sábado, 20 de novembro, na Praça Central do Conic, entre 14h e 17h.

A entrada é franca.

Adriano Lugoli - Foto: arquivo pessoal
Adriano Lugoli durante desfile – Foto: arquivo pessoal

 

Adriano Lugoli na foto que o lançou para o Brasil em 2014, durante um desfile - Foto: arquivo pessoal
Adriano Lugoli na foto que o lançou para o Brasil em 2014, durante um desfile – Foto: arquivo pessoal

Por Monique de Carvalho SNB*