Morre o jornalista Cláudio Weber Abramo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Reconhecido por seu trabalho anti-corrupção, o jornalista era fundador da ONG Transparência Brasil. Cláudio Weber Abramo estava lutando contra um câncer

Agência Brasil@agenciabrasil

O jornalista e matemático Cláudio Weber Abramo, de 72 anos, morreu no domingo, 12, em São Paulo. O corpo do jornalista foi velado desde as 9h desta segunda-feira, 13, no Funeral Home, na Bela Vista, capital paulista.

O velório prosseguiu até as 13h. Às 14h ocorreu a cremação, no Crematório de Vila Alpina, zona leste da cidade. Claudio Weber Abramo se submetia a um tratamento de combate ao câncer, no Hospital Samaritano.

Referência no trabalho de combate à corrupção e na defesa da ética, Abramo é um dos fundadores da organização não governamental (ONG) Transparência Brasil. Era vice-presidente do Conselho Deliberativo da entidade e foi diretor executivo.

Além de jornalista, era bacharel em matemática pela Universidade de São Paulo e mestre em filosofia da ciência pela Universidade Estadual de Campinas. Na imprensa, trabalhou nos jornais Folha de S. Paulo e  Gazeta Mercantil, entre outros.