Clube de Imprensa

Municípios de MS recebem viaturas para combater criminalidade em áreas rurais

Na sede do Sistema Famasul, Governo de MS lançou patrulhamento rural 

Nesta segunda-feira (14), o presidente do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, recebeu, na sede da Casa Rural, o governador Reinaldo Azambuja, para a entrega de viaturas à Polícia Militar, destinadas ao patrulhamento rural de Mato Grosso do Sul. O objetivo é ampliar o monitoramento ostensivo, a prevenção e o combate à criminalidade no campo, contribuindo para o desenvolvimento do agronegócio do estado.

Foram entregues 27 viaturas para patrulhamento de 20 municípios: Campo Grande, Sidrolândia, Ribas do Rio Pardo, Dourados, Maracaju, Nova Andradina, Amambai, Naviraí, Fátima do Sul, Ponta Porã, Três Lagoas, São Gabriel do Oeste, Paranaíba, Chapadão do Sul, Bataguassu, Coxim, Aquidauana, Corumbá, Jardim e Bonito.

Na ocasião, foi apresentado o portfólio do projeto Campo Mais Seguro pelo comandante geral da PMMS, coronel Marcos Paulo.

“Enquanto produtor rural, afirmo que a iniciativa é um dos atos mais importantes para o setor, porque traz segurança para que consigamos focar na produção. As entregas mostram a preocupação com a população que mora e trabalha no campo, que gera emprego e renda e que contribui para o avanço do estado. Agradeço por esse apoio integral, envolvendo as secretarias e forças policiais, que sempre atendem nossas demandas da forma mais coerente possível”, afirmou o presidente do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni.

“Temos um Estado que se modernizou muito. O agronegócio tem crescido, principalmente com novos equipamentos e tecnologias, sistemas digitalizados, máquinas com piloto automático e antenas digitais de GPS. Tudo isso desperta o olhar do crime. Então, treinar e ter uma equipe especializada para monitorar essa situação diminui a pressão dos roubos no campo”, disse o governador Reinaldo.

“É um grande desafio do homem do campo produzir para uma nação, e essa produção passa necessariamente pela segurança. Temos a missão de fazer a gestão da segurança pública do estado, e hoje levamos um policiamento especializado, para um estado com uma posição geográfica que exige atenção redobrada”, acrescentou o secretário de Justiça e Segurança Pública de MS, Antonio Carlos Videira.

“Nunca foi investido tanto recurso no campo de Mato Grosso do Sul como agora. Estamos falando de gestores que entendem a logística no campo, e a forma de trabalhar, assim como os desafios, fazendo acontecer no setor”, reforçou Paulo Corrêa, presidente da ALMS.

Participaram do evento o diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Frederico Stella; o diretor-secretário, Claudio Mendonça; superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan; os secretários Eduardo Riedel (Seinfra), Jaime Verruck (Semagro), Ana Nardes (SAD); delegado da Deleagro, Mateus Zampieri, deputado federal dr. Luiz Ovando e os deputados estaduais Barbosinha. Gerson Claro e Paulo Duarte.

Também marcaram presença os presidentes de sindicatos rurais Bedson de Oliveira (Anastácio); Henrique Ezoe (Rio Negro); Cleiton Rocha (Terenos); Fábio Macedo (Paranaíba); Fábio Caminha (Maracaju); Hermínio Pitão (Dois Irmaõs do Buriti); Cláudio Pradella (Douradina); Angelo Ximenes (Dourados); Alessandro Coelho (Campo Grande); Antônio Silverio (Camapuã); Fabio Toledo (Brasilândia); João Lyrio (Bandeirantes); Antônio Nabhan (Figueirão); Telma Menezes (Nova Alvorada do Sul); Durval Filho (Jaraguari) e Gilson Barros (Corumbá), além de Paulo Stefanello, representando Sidrolândia, e Vinicius Araújo, representando de Bonito; além de Frederico Stella, Claudio Mendonça e Lucas Galvan representandos os sindicatos de Aquidauana, Nioaque e Bataguassu, respectivamente.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Ellen Albuquerque