O segredo de Michael Phelps: 5 Olimpíadas, 5 fases, 22 ouros 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Tom Fordyce BBC Sports*

Vinte e duas medalhas de ouro em Olimpíadas, mais que o dobro do que qualquer outro atleta já teve na história.

O nadador americano Michael Phelps acumula 22 medalhas de ouro, quase o mesmo que as 24 que o Brasil ganhou em toda a sua história olímpica.

Seria tentadora imaginar a carreira de Phelps como uma ascensão permanente, certo? Mas a “quinta fase” da carreira de Phelps não teve nada de simples.

Seu triunfo nos 200 m medley na noite de quinta-feira pode até parecer um milagre, já que este é um herói que, em certo momento, perdeu tudo e começou a odiar o dom que o define.

As primeiras três fase de sua carreira não davam nenhuma pista do que viria a seguir.

Na Olimpíada de 2000, ele era “o garoto”. Tinha 15 anos, mas ficou em quinto na final dos 200 m borboleta. Era o menino com transtorno de déficit de atenção que encontrou seu foco perfeito, detentor de um recorde mundial antes dos 16 anos.