Ministro da Justiça desembarcou em MS e segue para o Paraguai

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

tiao-prado-ponta-pora-informa1Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, acompanha operação da polícia paraguaia na fronteira entre Brasil e Paraguai. Ele desembarcou hoje em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, antes de seguir para queima de plantações de maconha no país vizinho.

Forte esquema de segurança, conforme o site Ponta Porã Informa, acompanha o ministro durante evento promovido pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad). Aeronave paraguaia deve transportar a comitiva até Assunção e, em seguida, helicópteros até a área de cultivo do tráfico.

Segundo a polícia paraguaia, durante 12 dias da operação Nova Aliança 13 foram destruídos 66,9 mil quilos de maconha pronta para venda, além de 103 acampamentos, 38 prensas e 350 quilos de sementes. Prejuízo ao narcotráfico foi estimado em US$ 16,5 milhões, cerca de R$ 54 milhões.

Mato Grosso do Sul e Paraná seriam as principais rotas de entrada da droga em território nacional. Coletiva de imprensa, no fim da manhã, precede retorno do ministro a Brasília. Sua comitiva inclui o delegado-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra.

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, confirmou ao Correio do Estadoque não participará do evento. “Não fui convidado, porque o evento é do governo paraguaio”, justificou.

Foto: Tiao Prado