Papa Francisco conduz novamente cerimônia de Via-Sacra em Vaticano esvaziado pela pandemia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Por G1

Papa Francisco na celebração de Via Crucis, no Vaticano, nesta sexta (2) — Foto: Reuters/Guglielmo Mangiapane

Papa Francisco na celebração de Via Crucis, no Vaticano, nesta sexta (2) — Foto: Reuters/Guglielmo Mangiapane

O Papa Francisco conduz nesta Sexta-Feira Santa (2), a exemplo de como foi no ano passado, uma nova cerimônia de Via-Sacra sem a tradicional multidão de fiéis, na Praça São Pedro, no Vaticano.

Na cerimônia, o pontífice remonta os passos do sofrimento de Jesus antes de ser crucificado. Este ano, “as crianças e suas cruzes” estiveram no centro da cerimônia.

Crianças foram convidadas para “carregar a cruz” no cenário quase deserto no Vaticano: 14 estações foram colocadas ao redor do obelisco da praça e ao longo do caminho que leva à entrada da Basílica. Tochas no chão traçaram o caminho, formando uma grande cruz luminosa. A cada etapa do calvário, havia um desenho de uma das crianças e uma oração.

Celebrações restritas

As tradicionais celebrações da Semana Santa acontecem com pouco público e distanciamento obrigatório por causa da pandemia de Covid-19, que tem sua terceira onda na Europa.

Na semana passada, o Vaticano havia confirmado que todos rituais seriam realizados de dentro dos muros da Cidade-Estado sede da Igreja Católica.

Papa Francisco deita-se e ora na Basílica de São Pedro, antes de liderar a Via-Sacra no Vaticano — Foto: Reuters/Vatican Media

Papa Francisco deita-se e ora na Basílica de São Pedro, antes de liderar a Via-Sacra no Vaticano — Foto: Reuters/Vatican Media

Praça São Pedro, no Vaticano, na cerimônia de Via-Sacra, nesta sexta-feira (2) — Foto: Gregorio Borgia/Reuters

Praça São Pedro, no Vaticano, na cerimônia de Via-Sacra, nesta sexta-feira (2) — Foto: Gregorio Borgia/Reuters

Poucos fiéis uderam participar da celebração da Via-Sacra  no Vaticano, pelo segundo ano consecutivo, por causa da pandemia de coronavírus — Foto: Reuters/Guglielmo Mangiapane

Poucos fiéis uderam participar da celebração da Via-Sacra no Vaticano, pelo segundo ano consecutivo, por causa da pandemia de coronavírus — Foto: Reuters/Guglielmo Mangiapane

Papa Francisco na celebração de Via-Sacra, no Vaticano, nesta sexta (2) — Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters

Papa Francisco na celebração de Via-Sacra, no Vaticano, nesta sexta (2) — Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters

Antes da pandemia, parte das celebrações aconteciam ao redor de monumentos em Roma como o Coliseu.