“Papai mudou o mundo”, diz filha de 6 anos de George Floyd

filha-floyd-frase-close
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

“Papai mudou o mundo”, diz filha de 6 anos de George Floyd

Gianna:
Gianna: “Papai mudou o mundo”- Foto: reprodução / @SKRPTZ

Esta notícia não é boa. É pra gente refletir sobre o racismo! E a lição vem da pequena Gianna Floyd, a filha de seis anos de George Floyd. Ela fez muita gente chorar hoje.

Mesmo tão novinha, Gigi, como é chamada, mostrou em uma frase que entendeu a perda do pai, assassinado na semana passada de forma brutal e covarde por um policial norte-americano.

Na rua, um homem questionou Gianna sobre o que ela entendia diante de tudo que está acontecendo. Com um sorriso no rosto a menina respondeu. “Papai mudou o mundo”.

A frase foi dita nesta terça, 2.

Como

Gianna e a mãe, Roxie Washington, participaram de uma coletiva de imprensa em Minneapolis.

Aos prantos, Roxie falou pela primeira vez sobre a perda de George Floyd: “Ele nunca a verá crescer, se formar. Ele nunca a assistirá andar pelo corredor. Se houver um problema e ela precisar de um pai, ela não terá mais isso”, disse Williams.

A frase

Na saída, a menina pegou carona nos ombros do ex-astro da NBA Stephen Jackson, que é amigo da família.

Foi neste momento que um homem fez a pergunta, que teve uma reposta inimaginável, partindo da boca de uma criança que acabou de perder seu herói.

No Instagram Stephen Jackson postou uma foto com a filha de Floyd nos ombros e mandou um recado para o amigo assassinado: “Não se preocupe irmão Gêmeo da minha alma, eu estou com GiGi (filha de George Floyd). Sou o guardião dos meus irmãos e tenho muitos irmãos”, afirmou carinhosamente.

O assassinato

Floyd morreu dia 25 de maio pelas mãos da polícia de Minneapolis. Um oficial ajoelhou-se em seu pescoço e o asfixiou por quase nove minutos.

O vídeo do incidente provocou protestos. Manifestações de solidariedade surgiram em várias partes do mundo.

Lugares como Reino Unido, França, Austrália e Irã gritaram o nome de Floyd.

Assista: (Se não abrir, clique aqui )

Rinaldo de Oliveira SóNoticiaBoa Com informações da FoxDC