Pelo menos cinco jornalistas foram presos em meio a protestos

argelia
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Pelo menos cinco jornalistas foram presos em meio a protestos

Pelo menos cinco jornalistas foram presos em meio a protestos na Argélia

Redação Portal IMPRENSA*
O Comitê para a Proteção dos Jornalistas pediu às autoridades argelinas que libertem Bendjama Mustapha, editor-chefe do Le Provincial, e acabem com o assédio de jornalistas que cobrem protestos contra o governo.
Crédito:AFP / Ryad Kramdi

Segundo um funcionário do Le Provincial, que falou com o CPJ anonimamente, quatro oficiais à paisana foram ao escritório do jornal.

Um oficial ficou com a equipe do jornal, enquanto os demais levaram Mustapha ao escritório para fazer perguntas. Depois de algumas horas, a polícia confiscou o computador de Mustapha e o levou à delegacia de Annaba. A polícia não divulgou ao pessoal quais eram as acusações contra o jornalista.

Além de Mustapha, outros quatro jornalistas foram presos, enquanto estavam cobrindo os protestos exigindo eleições e um novo regime político.

Um deles, o blogueiro e apresentador de rádio Adel Azeb Chikh, teve a prisão preventiva prorrogada.

“As autoridades argelinas devem libertar imediata e incondicionalmente o Bendjama Mustapha e todos os outros jornalistas presos nos últimos meses”, disse o coordenador do CPJ para o Oriente Médio e o Norte da África, Sherif Mansour.