Pesquisadores criam sistema que escreve fake news para combater notícias falsas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print
Redação Portal IMPRENSA*
Pesquisadores da Universidade de Washington construíram um sistema de inteligência artificial que fabrica fake news em massa para combater as próprias fake news.

Crédito:EBC
Batizado de Grover, o sistema foi sistema foi alimentado com milhões de textos verdadeiros, com mais de 5.000 fontes de notícias (todas em inglês), e com textos falsos produzidos pelo próprio Grover.

A partir desse conteúdo, a ferramenta pode tanto escrever uma fake news, como ajudar a detectá-la.

Ao escrever um texto, o robô posiciona as palavras de acordo com a probabilidade de um termo específico seguir outro naquele contexto. Por exemplo, é mais provável a palavra “presidente” ser seguida por “Bolsonaro”, “Trump” ou “Lula” do que por “estetoscópio” ou “andorinha”.

Em entrevista á Folha, Rowan Zellers, um dos pesquisadores envolvidos no projeto, disse que a chave para a detecção do conteúdo falso não está na verificação da veracidade dos fatos — como normalmente fazem jornalistas para rebater fake news criadas por seres humanos —, mas na forma como os textos são construídos.

 “Quando a gente pensa num ataque [como campanhas massivas de propaganda], primeiro temos que entender como ele funcionaria e estudar o inimigo. Fazer uma análise da ameaça”, diz.