Quais países recebem melhor os imigrantes? Pesquisa revela

caio-silva-3ky2g1acNoo-unsplash-scaled
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Quais países recebem melhor os imigrantes? Pesquisa revela

Turista no aeroporto - Foto: Unsplash/ Erik Odiin
Turista no aeroporto – Foto: Unsplash/ Erik Odiin

Está pensando em morar fora? Então veja a lista dos países que recebem melhor, que mais aceitam imigrantes.

Levantamento feito pelo Gallup mostra o Canadá é o país que tem menos preconceito com estrangeiros, seguido da Islândia, Nova Zelândia, Austrália e Serra Leoa, na África Ocidental.

Os EUA aparecem em sexto lugar no índice de aceitação de imigrantes.

O índice é baseado em três perguntas que o Gallup fez em 140 países em 2016 e 2017 e atualizou novamente em 2019 em 145 países.

O instituto perguntou coisas como: ‘se as pessoas acham ou bom ou ruim os migrantes que vivem em seu país, se tornarem seus vizinhos e se casarem com suas famílias’.

O índice é a soma dos pontos das três questões, com uma pontuação máxima possível de 9,0 (todas as três são coisas boas) e uma pontuação mínima possível de zero (todas as três são coisas ruins). Quanto maior a pontuação, mais a população aceita migrantes.

Veja a lista:

Países que mais aceitam imigrantes

  1. Canadá 8,46
  2. Islândia 8,41
  3. Nova Zelândia 8.32
  4. Austrália 8,28
  5. Serra Leoa 8,14
  6. Estados Unidos 7,95
  7. Burkina Faso * 7,93
  8. Suécia 7,92
  9. Chad * 7,91
  10. Irlanda * 7,88
  11. Ruanda 7,88
    * Países que não constavam da lista em 2016-2017

Canadá e EUA têm uma longa história como países receptores de migrantes, mas as políticas de migração em cada país seguiram rumos diferentes desde que o primeiro-ministro Justin Trudeau abriu ainda mais as portas do Canadá e o presidente Donald Trump começou a fechá-las.

No entanto, a aceitação de migrantes entre os residentes de cada país permaneceu firme e relativamente inalterada em relação há três anos.

No Canadá, quase todos os moradores enxergam os migrantes que vivem em seu país (94%) e morando em seus bairros (95%) como coisas boas, enquanto mais de nove em cada 10 (91%) disseram que um migrante se casando com sua família seria uma boa coisa.

A maioria dos americanos disse o mesmo, embora não no mesmo grau que os canadenses.

o entanto, parece que essas mudanças nas políticas não mudaram drasticamente a aceitação dos migrantes pela maioria das pessoas. Os residentes em cada país, e particularmente no Canadá, estão aceitando os migrantes que continuarão a desempenhar um papel importante na formação do futuro de seu país.

Nove em cada 10 (90%) disseram que um migrante morando em sua vizinhança seria uma coisa boa, e porcentagens semelhantes disseram que migrantes morando em seu país (87%) e se casando em suas famílias (85%) seriam coisas boas.

Educação

Os mais educados são os mais aceitáveis
Na maior parte, como aconteceu em 2017, a aceitação de migrantes pelas pessoas segue os mesmos padrões tanto no Canadá quanto nos EUA.

A aceitação é maior entre aqueles com mais educação e entre aqueles que vivem em áreas urbanas.

Curiosamente, os padrões de idade nos dois países são diferentes.

Nos EUA, a aceitação foi maior entre os americanos mais jovens e diminuiu com a idade.

Entre os americanos com idades entre 15 e 29 anos, a pontuação do índice foi de 8,34; mediu quase um ponto inteiro abaixo entre aqueles com 65 anos ou mais (7,37).

No Canadá, não houve diferenças estatísticas reais por faixa etária.

Tanto o Canadá quanto os EUA têm uma longa história como países receptores, mas nos últimos anos, as políticas de cada país seguiram direções opostas. Até que a pandemia obrigasse o Canadá a desacelerar a imigração aos poucos, o país estava prestes a admitir mais de 1 milhão de residentes permanentes entre 2019 e 2021, com metas aumentando a cada ano. Nos EUA, estima-se que o governo Trump cortou a imigração legal pela metade desde que assumiu o cargo.

Wards Island, Toronto, Canadá - Foto: Caio Silva / Unsplash
Wards Island, Toronto, Canadá – Foto: Caio Silva / Unsplash

Rinaldo de Oliveira Só Noticia Boa com informações do NewsGallup