Radialista é baleado na perna no Ceará

A violência contra a liberdade de imprensa continua ditando as regras no nordeste do Brasil. O radialista Sandoval Braga Júnior sofreu um atentado na sede da Rádio União FM, onde trabalha em Jaguaruana, no interior do Ceará. Baleado na perna, ele não corre risco de morte.

Sandoval não corre risco de morte. O tiro provocou uma fratura na tíbia do radialista

O profissional estava trabalhando quando reparou que o portão de acesso estava aberto. Ao se levantar para fechá-lo, foi surpreendido na garagem da rádio por homens encapuzados, que o mandaram deitar no chão e efetuaram um disparo em sua panturrilha direita.

Sandoval sofreu fratura na tíbia. Imagens de celular gravadas logo depois do ataque mostram o radialista caído no chão enquanto populares tentam ajudá-lo. Durante o socorro, já na ambulância, ele disse que os agressores ainda deram um recado: “Isso é pra você parar de falar besteira no rádio”.

O radialista também é diretor da Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acert) e não teve dúvidas ao falar sobre a possível motivação do crime. “Isso é um atentado contra a liberdade de imprensa. Alguns querem nos calar. Eu estava na rádio, me levantei para fechar o portão. Aí, tinha um Gol vermelho com quatro pessoas dentro, dois desceram mascarados com duas pistolas. Eles me mandaram deitar no chão. Um deles atirou na minha perna” disse Sandoval em entrevista ao Programa Barra Pesada da TV Jangadeiro/SBT.

Em nota, a Acert repudiou o ataque a Sandoval, assim como a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), que cobra esclarecimentos das autoridades. O Departamento de Policiamento do Interior da Polícia Civil do Ceará colabora com a investigação, em conjunto com o delegado de Jaguaruana, Ricardo Ronsi.

Fonte: Portal Imprensa

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book