Regras de financiamento de matrizes bovinas com recursos do FCO são ajustadas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Condel suspendeu exigência de certificado para matrizes bovinas nas operações de financiamento do FCO

O Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS solicitou junto ao Condel – Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste a retirada da exigência de certificados para aquisição de matrizes bovinas, com recursos do FCO – Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste, referente a 2016. Esta exigência estava dificultando os financiamentos desta categoria.

Para o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, a alteração nas condições gerais do FCO beneficiará toda a cadeia produtiva. “Consideramos que o atendimento dessa reivindicação é uma conquista para o setor pecuário, uma vez que a alteração torna as regras mais adequadas à realidade do campo”, salienta.

A solicitação foi realizada no dia 28 de janeiro,  pelo Sistema Famasul, junto a outras entidades representativas, no mesmo dia, a medida foi aprovada pelo conselho estadual – CEIF/FCO e enviada ao Condel.

O FCO – Fundo de Financiamento do Centro-Oeste foi criado com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento econômico e social da Região, mediante a execução de programas de financiamento aos setores produtivos. Até fevereiro de 2016, em Mato Grosso do Sul, o produtor rural recebeu para financiamento da bovinocultura de corte R$ 5,6 milhões e tem uma demanda de R$ 81,5 milhões,aguardando aprovação, conforme dados obtido pelo CEIF/FCO.

“O FCO é um
importante instrumento de desenvolvimento em todas as esferas produtivas, fomentando novos investidores, novos empregos e desenvolvimento para MS”, ressalta Saito.

Para obter financiamento com recursos do FCO, o produtor deve encaminhar a proposta mediante carta-consulta a ser entregue na agência bancária, documento que será analisado pelo Conselho Estadual. Para que não haja demora, o Sistema Famasul orienta que osprodutores rurais atualizem o cadastro junto ao seu banco e assim, agilizem a liberação do crédito rural.Famasul 1

O  Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis do FCO – CEIF/FCO é composto por representante do Sistema Famasul, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf), Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), Instituto de Meio Ambiente (Imasul), Federação das Indústrias do Estado (Fiems), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio), Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/MS), Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais (FETTAR/MS) e Federação dos Trabalhadores na Indústria (FTIMS).