Repórter da CBN é assaltada em SP durante transmissão

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

O G1 publicou reportagem sobre a repórter da CBN São Paulo Larissa Calderari que foi assaltada na última sexta-feira (17), na rua Líbero Badaró, no Centro da capital paulista, enquanto estava ao vivo na rádio. Ela teve o celular pessoal roubado enquanto o usava para ler o texto que lia no ar, destacou a ABI.

A rua onde o assalto ocorreu é a mesma da Secretaria de Segurança Pública. A repórter não se machucou durante o assalto. O celular da rádio, usado por Larissa no momento em que ela falava no jornal CBN Total, não foi levado.

Ouça o momento do roubo ao vivo

Pedestres que estavam no local viram a ação do ladrão e chegaram a gritar. Dois policiais tentaram capturar o homem, que conseguiu fugir com o aparelho.

Por meio de nota, a Associação das Emissoras de Rádio e Televisão (ABert) disse condenar a ação sofrida pela jornalista. “A Abert repudia todo e qualquer tipo de violência contra o cidadão, em especial, jornalistas no exercício da profissão e pede às autoridades locais mais segurança para a imprensa e a apuração do ocorrido”, declarou a entidade.

A repórter relatou ter visto alguém correndo próximo dela e que não teve tempo de reagir. “Foi um susto tremendo, enorme. Mas muita gente se solidarizou comigo na hora e me ajudou”, disse.

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/pme8c51sNX4?ecver=1″ frameborder=”0″ allowfullscreen></iframe>