RSF condena prisão de repórter mexicano nos EUA

rsf_mexicano
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

RSF condena prisão de repórter mexicano nos EUA

O jornalista mexicano Martín Méndez Pineda, que viajou para os Estados Unidos para pedir asilo político por temer por sua vida, está detido há mais de 100 dias no Serviço de Imigração e Controle de Alfândegas (ICE, por sua sigla em inglês). A Repórteres Sem Fronteiras (RSF) condenou, em nota, uma decisão do ICE que negou pela segunda vez liberdade condicional ao profissional.

Segundo informações do RSF, Pineda deixou o estado de Guerrero após ter recebido ameaças de morte por ter publicado uma reportagem denunciando abusos cometidos por policiais. Ele esperava encontrar refúgio e segurança nos Estados Unidos. No entanto, Martin Mendez se encontra desde o dia 5 de fevereiro de 2017 num centro de detenção.

O México está na 147a posição entre 180 países do Ranking Mundial da Liberdade de Imprensa, elaborado pela RSF. Até agora, em 2017, cinco jornalistas mexicanos foram assassinados. O último foi Javier Valdez em Culiacán, Sinaloa, em 15 de maio, cuja morte levou a uma onda de protestos no país, destacou o jornalismo da emissora Líder FM 104,9.