Segunda parcela do Auxílio Emergencial começa a ser paga pela CEF

auxilio
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Segunda parcela do Auxílio Emergencial começa a ser paga pela CEF


Fábio Oruê*

Caixa Econômica Federal começa a disponibilizar a parcela 2 do Auxílio Emergencial do Governo Federal a partir de amanhã (18) para todos aqueles que receberam a parcela 1 até 30 de abril. Esta segunda etapa será realizada de acordo com calendário publicado nesta sexta-feira (15) pelo Ministério da Cidadania.

As datas foram definidas de modo a aprimorar o pagamento e evitar concentração nos meios digitais e aglomerações nos pontos de atendimento. O calendário traz escalonamento para os grupos de beneficiários – elegíveis do Bolsa Família, CadÚnico e inscritos pelo app/site –, bem como para antecipação do crédito para movimentação digital e para saque em espécie conforme mês de nascimento.

Confira:

SAQUE EM ESPÉCIE
Entre 18/50 e 29/05 Beneficiários do Bolsa Família (detalhes abaixo)
A partir de 30/05 (sábado) Poupança Social e demais públicos – nascidos em janeiro
A partir de 01/06 (segunda) Poupança Social e demais públicos – nascidos em fevereiro
A partir de 02/06 (terça) Poupança Social e demais públicos – nascidos em março
A partir de 03/06 (quarta) Poupança Social e demais públicos – nascidos em abril
A partir de 04/06 (quinta) Poupança Social e demais públicos – nascidos em maio
A partir de 05/06 (sexta) Poupança Social e demais públicos – nascidos em junho
A partir de 06/06 (sábado) Poupança Social e demais públicos – nascidos em julho
A partir de 08/06 (segunda) Poupança Social e demais públicos – nascidos em agosto
A partir de 09/06 (terça) Poupança Social e demais públicos – nascidos em setembro
A partir de 10/06 (quarta) Poupança Social e demais públicos – nascidos em outubro
A partir de 12/06 (sexta) Poupança Social e demais públicos – nascidos em novembro
A partir de 13/06 (sábado) Poupança Social e demais públicos – nascidos em dezembro

Como noticiado anteriormente pelo Correio do Estado, o pagamento da parcela 1 foi marcada por longas e demoradas filas em Campo Grande. Beneficiários precisavam esperar mais de 2 horas para conseguirem ser atendidos nas agências da Caixa. As longas filas se formavam fora das agências por conta do distanciamento para evitar a contaminação pelo coronavírus e para não haver aglomeração dentro das unidades bancárias.

A Caixa informou que realizou parcerias com prefeituras de cerca de 1,1 mil cidades para a sinalização e organização das filas e instalação de impressoras para facilitar a triagem fora da agência. A prioridade do banco ainda é manter o atendimento digital. Dessa forma, reforça a orientação para que os recursos do auxílio sejam movimentados por meio do Caixa Tem a fim de evitar filas e aglomerações, como as vistas no mês passado.

BOLSA FAMÍLIA

Os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para receber o auxílio poderão sacar em espécie, da mesma forma do benefício regular, conforme o número final do Número de Identificação Social (NIS). O calendário para este público já inicia nesta segunda-feira (18) conforme quadro a seguir:

SAQUE

Os que recebem o crédito pela Poupança Social Digital e optarem por sacar o benefício em espécie deverão seguir o calendário escalonado por mês de aniversário. Nas datas indicadas, eventual saldo existente será transferido automaticamente para a conta em que o beneficiário recebeu a primeira parcela, sendo poupança Caixa ou conta em outro banco.

Seis caminhões-agência itinerantes também estão atendendo em localidades com maior necessidade, sendo que de 18 a 22 de maio ele estará em Bela Vista.

Além disso, a Caixa vai creditar a parcela 1 do Auxílio Emergencial para mais 8,3 milhões de beneficiários entre os dias 19 e 29 de maio. No total, serão disponibilizados mais R$ 5,3 bilhões nas contas indicadas no momento da inscrição, conforme calendário a seguir: