Clube de Imprensa

Senar/MS auxilia na capacitação da Defesa Civil contra incêndios florestais

Curso de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais foi realizado para agentes da Coordenadoria Municipal de Proteção da Defesa Civil

O Senar/MS tem sido fundamental nas ações de combate e prevenção de incêndios no estado, realizando capacitações que aprimoram a eficácia das equipes envolvidas. Localizada no Parque Polonês, a sede da Defesa Civil  também recebeu ações das iniciativas e está no #TransformandoVidas de sexta-feira (21).

Apesar do verde exuberante de algumas áreas, muitas regiões do estado estão sofrendo com incêndios florestais. Anderson Adolfo Scipião dos Santos, chefe da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Campo Grande, destaca a importância dessas capacitações para melhorar o trabalho de combate aos incêndios.

“A Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Campo Grande está focada em atuar diante dos incêndios florestais. Cada município possui sua coordenadoria e seu corpo de bombeiros, e a atuação é coordenada conforme a magnitude do incêndio”, ressalta Santos. Ele enfatiza que, especialmente em áreas rurais, uma das primeiras ações é avaliar a dimensão do incêndio para subsidiar as atividades e informar os bombeiros sobre a situação.

Entre os cursos oferecidos pelo Senar/MS, destacam-se o de operação de drones, manutenção e operação de motosserras e combate a incêndios. “O curso de drones é essencial para dimensionar a questão do fogo, enquanto o de motosserra ajuda a remover árvores que estão propagando o fogo devido ao vento”, aponta Santos.

O curso de combate a incêndios, realizado no Parque Sóter, proporcionou uma compreensão geral do combate em ambientes específicos, facilitando o trabalho tanto dos bombeiros quanto dos voluntários. “A Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Campo Grande está preparada para atuar no município, mas precisamos da integração com a sociedade para prevenir os incêndios”, destaca Santos.

A prevenção é apontada como crucial para evitar desastres que afetam a saúde, fauna e flora. “Precisamos estar preparados, mas também prevenir os incêndios para evitar desastres”, conclui Santos. As capacitações do Senar/MS têm se mostrado uma ferramenta valiosa nesse esforço contínuo para proteger o meio ambiente e a comunidade.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Michelle Machado e Vitor Ilis