Clube de Imprensa

Superintendente do Senar/MS participa do Fórum Mais Milho

Encontro foi promovido pelo Canal Rural, em parceria com a Aprosoja/MS e o Sistema Famasul, durante a 30ª Exposul, em Chapadão do Sul

Na manhã desta quinta-feira (30), feriado de Corpus Christi, o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, participou do ‘Fórum Mais Milho: Sustentabilidade e as exigências do mercado’. A agenda contou com palestras de especialistas do setor que debateram sobre o desenvolvimento do tema na produção de alimentos.

“Mato Grosso do Sul é o estado que tem maior número de hectares de sistemas integrados de produção e nós, enquanto Senar, Famasul e Aprosoja, temos uma política de assistência técnica ao produtor rural com parceria entre as entidades e o sindicato rural, para que possamos pegar os eixos que estão sendo colocados sobre sustentabilidade e levar para o produtor”, detalha Galvan.

“O produtor de Mato Grosso do Sul está tecnicamente muito adiantado em relação à tecnologia. O nosso estado está fazendo um trabalho para se preparar para todos os tipos de mercado, seja o europeu, seja o asiático. E a gente também percebe que o mercado, por outro lado, não dá a contrapartida de pagar valores a mais por tudo que o produtor rural faz”, destaca o presidente da Aprosoja/MS, Jorge Michelc.

O diretor de sustentabilidade da Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), Bernardo Pires, trouxe a palestra com o tema: ‘Sustentabilidade e as exigências do mercado europeu’. “Metade da população chinesa, cerca de 800 milhões de pessoas, não tem acesso a proteína animal, porque hoje o farelo de soja da China, feito com grãos brasileiros, é destinado à ração de suínos e aves. Então, a soja está diretamente ligada à produção de proteína animal dos chineses”.

A engenheira florestal e supervisora da ATeG Grãos do Senar/MS, Daniela de Lourdes Sabino, realizou uma apresentação sobre a atuação da entidade nas propriedades rurais de Mato Grosso do Sul. “Desenvolvemos eventualmente, durante as visitas, um diálogo de segurança. Por vezes, vamos até uma propriedade e sentimos a necessidade de abordar algum assunto específico com o produtor rural e os colaboradores”, detalha.

O consultor da Safras & Mercado, Paulo Molinari, ministrou sobre o tema: ‘A sustentabilidade e as suas influências nos preços das commodities’. “A população mundial vai continuar crescendo e nós vamos ter que produzir mais alimentos. Porém, as gerações, as expectativas e as regras vão mudando. A agricultura é uma atividade de longo prazo e nós temos que ir nos adaptando. Existem adaptações ambientais e sociais, mas as demandas vão continuar positivas e favoráveis ao Brasil”, reitera.

O encontro foi realizado em parceria com a Aprosoja/MS e o Sistema Famasul durante a 30ª Exposul – Exposição Agropecuária e Industrial de Chapadão do Sul.

Ainda durante o evento, três produtores rurais do município foram homenageados por aderirem ao selo RTRS (Round Table on Responsible Soy Association), que exige um compromisso com a responsabilidade ambiental e social para comercializar suas mercadorias para a Europa.

Participaram do evento: o presidente do Sindicato Rural de Chapadão do Sul, Walter Schlatter, o deputado federal Rodolfo Nogueira e o presidente da Ampasul, Darci Boff.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Vitor Ilis