Vladimir Herzog vence eleições gerais na ABI

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print
DSC00868

Pagê, Marcus Miranda, Jesus Antunes e Sérgio Caldieri

O jornalista Domingos Meirelles, da chapa Vladimir Herzog, foi reeleito presidente da Associação Brasileira de Imprensa para o mandato 2016-2019. A eleição realizada nesta quinta-feira, dia 28, envolveu os associados do Rio de Janeiro e de outros Estados. A outra chapa, Barbosa Lima Sobrinho, foi encabeçada por Sérgio Caldieri.

As eleições gerais da ABI começaram pontualmente, às 10h, na sede da entidade, no Rio, e nas representações estaduais de São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, Ceará, Maranhão, Bahia e no Distrito Federal. Foi a primeira vez que os associados de todo o país votaram pela internet pelo sistema de voto eletrônico.

 

abiClique aqui para ver a galeria de imagens.

Sérgio Caldieri

Sérgio Caldieri

A votação e apuração da eleição foi conduzida pelo jornalista Marcus Miranda, presidente da Assembleia Geral Ordinária. Fizeram parte da mesa apuradora Marcus Miranda, Jesus Antunes e Sérgio Caldieri, que concorreu como candidato a presidente, pela chapa Barbosa Lima Sobrinho.

O primeiro associado a votar, na sede da entidade, foi o conselheiro Wilson Alves Cordeiro, um dos repórteres- fotográficos mais queridos do Rio de Janeiro. Wilson, que apoiou a chapa Vladimir Herzog, afirmou que “a gestão de Domingos Meirelles, apesar de limitada por um mandato tampão de 14 meses, moralizou a ABI e comandou o processo de restauração da imagem e do espaço físico da mais antiga e prestigiada instituição da sociedade civil. Tenho absoluta certeza de que a nova gestão será marcada, mais uma vez, pela ética e o engrandecimento da entidade, elevando o nome da Casa do jornalista.”

O último a votar foi o conselheiro Jesus Antunes, um dos nomes mais respeitados da entidade, com uma longa folha de serviços prestados na defesa da Democracia e das liberdades.

Luiz Laranjo

José Luís Laranjo

O novo diretor de jornalismo eleito pela chapa Vladimir Herzog, José Luís Laranjo, diretor da Universidade Estácio de Sá, lembrou que “a ABI é uma das instituições mais respeitadas do Brasil, juntamente com a OAB e a CNBB. Estamos falando de ética, credibilidade e luta pelos direitos dos jornalistas. É exatamente o perfil da atual gestão. Fui diretor do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio de Janeiro durante 15 anos e fiquei surpreso e muito honrado com o convite para assumir a direção de jornalismo da entidade.”

Arcírio_eleiçaoO diretor do Departamento de Assistência Social, Arcírio Gouvêa, enalteceu a transparência da eleição e o clima de cordialidade e companheirismo que envolveu a todos: “E o que devemos ressaltar neste momento é que estamos vivendo hoje um dia histórico na ABI, pois, pela primeira vez, em seus 108 anos de existência, sócios da entidade de todo o País poderão participar do pleito, através do voto eletrônico, uma conquista da nossa administração. A implantação do voto eletrônico democratizou a vontade do corpo associativo e permitiu que todos os sócios, do Amazonas ao Rio Grande do Sul, pudessem se manifestar e expressar a sua vontade e não somente os do Rio de Janeiro como antigamente”.


Manifestações de simpatia e apoio

Daniel Ciciliano, jornalista e deficiente visual:  DanielC_p“A ABI é uma das instituições mais nobres do Brasil. Com a atual diretoria, ela ganhou uma nova roupagem e adotou uma gestão transparente, demostrando dignidade e extrema preocupação com a categoria profissional”. Na opinião de Ciciliano, a crise econômica que assola o país prejudicou ainda mais a categoria profissional que vive atualmente um dos momentos mais difíceis, com o aumento do número de jornalistas desempregados. “Precisamos de uma instituição como a ABI, que luta pelos restauração dos salários e da dignidade dos profissionais de imprensa.”

Eraldo LeitepEraldo Leite, comentarista da Rádio Globo: “Sempre tive muita admiração pelo trabalho desenvolvido pela ABI. Trata-se de uma instituição histórica e tradicional na luta pelos direitos dos jornalistas. Estou muito confiante que o Domingos Meirelles seja ainda mais determinado nessa missão de defender nossos profissionais, gerando uma imagem cada vez mais positiva da nossa categoria, atraindo outros jornalistas para essa verdadeira cruzada.”

Germano Gonçalves, editor responsável pelo jornal Notícia em Destaque: Germano Gonçalvesp“Foi motivo de muito orgulho participar dessa eleição. A ABI é uma instituição referência no quadro político brasileiro. Luta pela união e liberdade de todos os jornalistas. Tenho maior prazer e alegria em apoiar um candidato, com o perfil de Domingos Meirelles, um profissional de renome nacional, que precisa do apoio da categoria para dar continuidade a seu vitorioso trabalho de manter a ABI cada vez mais forte e respeitada.”