YouTube libera vídeos removidos do site da Ponte Jornalismo

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print
Redação Portal IMPRENSA 
Os dois vídeos retirados do site da Ponte Jornalismo pelo YouTube, em 28 de outubro, voltaram para a plataforma no dia 6 de novembro.
Crédito:Reprodução Ponte Jornalismo
As gravações foram removidas a pedidos do curso preparatório para concursos AlfaCon, que denunciou violação de direitos autorais, após a Ponte Jornalismo publicar reportagens revelando que professores do curso falam sobre técnicas de tortura e execução a alunos que pretendem ingressar nas Polícias Militares.

Segundo a  Ponte, no entanto, esse retorno pode ser apenas temporário, enquanto o YouTube a queixa sobre violação de direitos autorais é investigada.

A Ponte questionou o Google sobre a reinserção dos vídeos e recebeu como resposta que a empresa “não comenta casos específicos”.